CM Header
Trisoft
Home / Identidade forte

Identidade forte

Com robusta fachada metálica, edifício chama a atenção para sua estética – e função – industrial.

Atrair olhares. Esse era um dos objetivos do escritório BINAA – Building Innovation Arts Architecture – ao projetar a sede principal e sala de conferências do S2OSB (Sakarya 2nd Industrial District’s Board of CEO’s), uma sede para um complexo de indústrias localizada na região de Sakarya, 170 km a leste de Istambul (Turquia). Segundo eles, “uma nova forma de olhar o espaço conduz a uma nova forma de conhecê-lo, já que ele reflete o conceito central de desenvolvimento industrial. Uma presença nova inesperada cria um caráter único para a área e provoca a reflexão: as pessoas tornam-se curiosas sobre o produto final”.

A fachada foi construída com folhas de alumínio dobradas, alternando entre peças sólidas e peças perfuradas, que deixam passar ventilação e ainda filtram luz solar.

Com essa provocação, o arquiteto responsável Burak Pekoglu projetou um espaço de 3 mil m² de área construída, dividida em dois andares, no qual uma fachada metálica se destaca. Ela é feita com folhas de alumínio dobradas e anodizadas, de 3 mm de espessura, medindo cerca de 150 x 300 cm cada. “A fachada é a interação entre o exterior e o interior; abre-se um mundo ao outro. Ela expressa não somente o caráter do edifício, mas também sua função”, enfatizam. Seu desenho geométrico traz robustez e muda suavemente de um lugar para outro, indicando as sessões da estrutura. “Na sala de conferências, por exemplo, o desenho tem painéis sólidos seguidos de outros perfurados, que aumentam ritmicamente até que se desprendem como uma fachada dupla”, explicam.

À noite, a fachada é iluminada e as partes perfuradas, em conjunto com a luz do interior, deixam visível parte do escritório, fazendo com que o edifício ‘mude’ de aparência e de padrão geométrico.

Toda a estrutura filtra os raios solares, propiciando controle térmico e economia de energia. Além disso, ao permitir a passagem de luz natural, ela torna o edifício mais integrado com o exterior – é possível perceber a passagem do dia pela incidência solar, fazendo com que os ambientes se modifiquem de hora em hora. À noite, a iluminação destaca seus relevos e perfurações.

A sessão mostra como o edifício se divide em dois pavimentos, interligados por uma escadaria, ao centro.

O edifício conta com salas de uma de conferências com 170 lugares. Um grande hall permite o acesso ao auditório de ambos os lados, além de poder ser usado como espaço de eventos. “A missão do edifício é a convergência de várias indústrias e profissionais. Esta convergência, por um lado, abre a mente das pessoas ao grande potencial das indústrias e, por outro, demonstra o importante papel do desenho e da arquitetura em começar a dar conta deste potencial no interior da Turquia”, opinam.

Em seu interior, as formas fluídas trazem uma linguagem futurista, que busca imprimir a identidade do espaço. Uma escadaria circular leva ao segundo pavimento, e as grandes janelas de vidro permitem a entrada de luz natural. A estética industrial é vista também no forro aparente.

A sala de reunião recebeu carpete no piso, para melhor conforto e desempenho acústico. O revestimento de madeira aquece, ao passo que o espelho traz um apelo estético. A grande mesa ovalada é para mais de quinze pessoas. Todo mobiliário é Vitra e Koleksiyon.

O auditório – ou sala de conferência – foi desenhado para 170 lugares. O mesmo geometrismo da fachada se expressa em seus painéis de madeira laminada, que contém propriedades acústicas e aquece o ambiente, em contraste com o metal do exterior.

Por Marcela Millan
Imagens Thomas Mayer

Review overview
NO COMMENTS

POST A COMMENT